Regulamento

Enquadramento

O concurso “Lisboa EcoCampus. Lisboa + Verde” é dirigido a estabelecimentos do Ensino Superior de Universidades e Politécnicos públicos e privados do concelho de Lisboa, inserindo-se no âmbito da Capital Verde Europeia 2020.

1. Objetivos

  • Aumentar, junto dos jovens do ensino superior, a consciencialização face aos temas da sustentabilidade, incitando o exercício de uma cidadania ativa e responsável.
  • Apoiar a implementação de projetos que se destaquem pela sua pertinência e potencial de aplicação de práticas sustentáveis nos estabelecimentos do Ensino Superior e na cidade de Lisboa.
  • Motivar o aparecimento de ideias e projetos, sugeridos pelos jovens que visam a melhoria da qualidade de vida urbana visando particularmente os espaços verdes da cidade
  • Contribuir para que um maior número de instituições de ensino superior de Lisboa possam ser candidatos à bandeira verde Eco-Escolas.

2. Descrição

Cada estabelecimento de ensino superior a participar no projeto deverá criar um Conselho Eco-Escolas, maioritariamente constituído por alunos e elaborar um Plano de Ação para a instituição com medidas e atividades a desenvolver em pelo menos 4 áreas temáticas (água, resíduos, energia e espaços exteriores) – descarregar documento aqui.

Para além da criação e implementação de um Plano de Ação que visa a melhoria da instituição, deverá ainda ser apresentado um projeto a realizar nos próximos 2 anos relativo a espaços verdes da cidade. As atividades previstas neste âmbito deverão incluir a investigação e debate sobre a intervenção, renovação, criação e usufruto das áreas verdes na cidade. A memória descritiva do projeto deve ter no máximo 10 páginas (excluindo os anexos), tamanho de letra 12, fonte Arial, e os anexos deverão incluir evidências da planificação do projeto submetido. O documento deve ser carregado na plataforma online Eco-Escolas até 15 de maio de 2020.

3. Metodologia

Os grupos responsáveis pelas candidaturas deverão ser compostos por Alunos e um(a) Professor(a) coordenador(a).

As candidaturas ao programa Eco-Escolas deverão ter na base da sua estrutura os resultados documentados da auditoria ambiental realizada para fundamentar a proposta das soluções a implementar; os planos de ação implicam o preenchimento do modelo do Programa Eco-Escolas existente para o efeito. Após inscrição será enviado a cada grupo participante um link personalizado.

4. Recursos disponíveis

Apoio na metodologia EcoCampus. Formação em novembro de 2019 – ABAE

Mapa interativo de Lisboa «Explorar o verde perto de nós», disponível em http://www.cm-lisboa.pt/viver/ambiente/educacao-ambiental.

5. Como participar

Para participar, a instituição deverá registar-se Plataforma Eco-Escolas e inscrever-se na atividade “Lisboa + Verde”.

Só serão consideradas para concurso os projetos provenientes de instituições que apresentarem candidatura ao programa Eco-Escolas.

Os conteúdos da candidatura deverão incluir os seguintes elementos:

  1. Enquadramento do estabelecimento: identificação e principais inputs em matéria de práticas sustentáveis;
  2. Descrição do grupo de trabalho e outros intervenientes no planeamento e desenvolvimento do projeto (Conselho EcoCampus)
  3. Descrição da metodologia de trabalho no âmbito do plano de ação;
  4. Resultados da auditoria: apresentação e conclusões;
  5. Planeamento das ações a desenvolver considerando: (1) enquadramento no diagnóstico (auditoria), (2) descrição das ações, (3) calendarização, (4) recursos, (4) intervenientes, (5) público-alvo, (6) objetivos e metas a atingir; impacte esperado (7) indicadores e instrumentos de avaliação;
  6. Soluções apresentadas para resolver os problemas ambientais identificados;
  7. Conclusões.

Projeto “Lisboa + Verde”

O projeto a desenvolver num prazo máximo de 2 anos deverá na sua descrição incluir:

  1. Identificação dos autores
  2. Localização e mapa relativos à área a intervencionar
  3. Descrição do projeto, seus objetivos e metas
  4. Intervenientes e recursos necessários
  5. Orçamento previsto
  6. Prazo de execução previsto

6. Prazos

  • Até 20 de fevereiro: inscrição .
  • Até 29 de maio: submissão das candidaturas.
  • Setembro: divulgação dos resultados

7. Prémio

A instituição de ensino superior do concelho de Lisboa com o melhor projeto “Lisboa + Verde” receberá 30 bicicletas elétricas.

8. Júri

  • ABAE – Associação Bandeira Azul, que preside
  • Câmara Municipal de Lisboa
  • Lisboa E-Nova – Agência de Energia e Ambiente de Lisboa

9. Disposições Finais

  1. A participação dos concorrentes presume a aceitação das disposições do presente Regulamento.
  2. O não cumprimento pelos concorrentes de qualquer das disposições estabelecidas neste Regulamento implica a anulação da sua participação.
  3. Todos os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos pelo júri do concurso.
  4. A organização reserva-se no direito de, a todo o tempo, alterar qualquer cláusula do presente regulamento, dando conhecimento dessas alterações pelos meios que julgar convenientes.

10. Informações

Eventuais esclarecimentos deverão ser solicitados à ABAE.